Pensar em sustentabilidade pode mudar o rumo da sua empresa!

integrar a sustentabilidade à sua estratégia é importante para os negócios à prova de futuro.

Hoje, mais do que nunca, integrar a sustentabilidade à sua estratégia é importante para os negócios à prova de futuro. No entanto, organizações em todo o mundo estão percebendo que, para isso, devem planejar e abordar os impactos potenciais das megatendências globais – fatores que podem mudar fundamentalmente a maneira como podem operar nas próximas décadas. 

É importante que as empresas olhem além de seus próprios desafios – diretos ou indiretos – e considerem as influências mais amplas que estão mudando a maneira como o mundo funciona. 

As organizações estabelecidas têm os recursos, mas também a desvantagem de carregar uma história, produtos e serviços existentes que muitas vezes entram em conflito com uma abordagem mais sustentável. 

Então, neste artigo, faremos uma abordagem sobre a importância de começar a incluir a sustentabilidade na sua empresa e a pensar em como ela pode mudar o seu percurso ao longo do tempo.

O que significa integrar a sustentabilidade aos negócios?

Além da transparência, houve uma mudança recente no sentimento do investidor para focar também em como as organizações podem integrar a sustentabilidade em suas estratégias de negócios para melhorar o desempenho e construir resiliência.

Mas podemos ver que se as empresas estabelecidas quiserem fazer isso, assim como aplicar recursos em um investimento estratégico e estabelecer o desenho organizacional certo, elas podem – até mesmo as pequenas empresas. 

Para grandes empresas, não há razão alguma para não deixar de seguir esse caminho, mas é claro que ainda é um grande desafio de gestão. Essa reinvenção também depende de casos individuais. Em alguns setores, os maiores participantes não investem significativamente em modelos de negócios mais sustentáveis. 

As grandes concessionárias de energia na Alemanha, sendo predominantemente focadas em energia fóssil, são um bom exemplo de estagnação; como consequência, eles perderam vantagem competitiva. Comparativamente, a indústria automotiva na Alemanha tem sido muito lenta para se adaptar à era da mobilidade elétrica.

Enquanto isso, se novos participantes com um modelo de negócios mais sustentável entrarem em um setor, as empresas estabelecidas poderão ficar sob pressão. Ao aceitar esse desafio, as grandes organizações podem desempenhar um papel crucial, pois têm escala para introduzir novas ideias mais sustentáveis ​​rapidamente no mercado de massa.

Pelo contrário, ao manter seus modelos de negócios, as mesmas empresas costumam perder investimentos e mercado.

Uma nova definição de integração da sustentabilidade

Com o foco contínuo na sustentabilidade por algumas das principais organizações do mundo, uma visão prospectiva sobre a definição de sustentabilidade está surgindo. 

De forma consistente, ela incorpora um redesenho e redefinição da estratégia e dos processos operacionais que atendem às mudanças, necessidades e expectativas do mercado e da sociedade para apoiar o valor de longo prazo.

Nessa definição, a palavra “sustentabilidade” passa a ser sinônimo da capacidade da organização de se adaptar aos impactos potenciais das megatendências globais e perdurar ao longo do tempo.

Saiba como iniciar um planejamento de sustentabilidade na sua empresa: O que é uma estratégia ESG?

Aqui, a integração pode ser interpretada como uma oportunidade de melhorar as operações do dia a dia e também de olhar para a transformação da organização em relação  ao futuro – seja em novos produtos, propósito ou em um novo modelo de negócio.

O que fazer para integrá-la?

Então, se você está embarcando na jornada de definição de uma estratégia de sustentabilidade pela primeira vez, ou se está focado em integrar melhor uma estratégia já existente, antes de tomar a etapa de decisão sobre um modelo de integração, pode ser útil:

  • Planejamento: realizar ou revisitar o planejamento de cenário, compreendendo as megatendências globais e considerando os principais influenciadores do seu mercado em três dimensões: importância das partes interessadas, impacto para o negócio e imediatismo do aspecto para o negócio (ou seja, curto, médio ou longo prazo).
  • Envolvimento: amplie o envolvimento das partes interessadas para entender verdadeiramente o que as principais do mesmo segmento consideram importante sobre o seu negócio, sua indústria e os mercados em que você opera.
  • Comparativos: compare sua empresa com a concorrência, seus fornecedores e clientes para entender suas estratégias e atividades.
  • Análises de mercado: amplie sua análise de mercado e processos de avaliação de risco para incorporar os planos de cenário que se baseiam em conjuntos de dados globais, políticas e percepções da indústria, a fim de criar uma série de variantes para uma visão do “estado futuro” de risco e oportunidade.
  • Equipe: envolva-se com o seu conselho e seu executivo para entender a ambição do negócio para responder aos cenários, partes interessadas e riscos acima.

Realizar o acima exposto como um processo definido (e com muito mais profundidade do que geralmente você tenha tentado) pode posicionar melhor as empresas para identificar um modelo de integração que atenda às suas necessidades, fornecer uma plataforma para um caso de negócios para ação e apoiar o processo de integração geral. 

É importante ressaltar que essas ações também podem ajudar as empresas a fornecer uma visão mais detalhada aos investidores sobre os motivos de a integração dos seus negócios e estratégias de sustentabilidade propostas os diferenciam agora e no futuro.

Tags: ESGInvestimentosMeio AmbienteSustentabilidadeSustentabilidade Corportativa

Categorias

SOLUÇÕES INTELIGENTES PARA RESULTADOS TRANSFORMADORES

Transformação digital para negócios que visam alta performance.

Recent Posts

Você conhece a Codex?

Inscreva-se em nossa newsletter

E receba conteúdos exclusivos diretamente
na sua caixa de entrada.