Defesa Civil RS e Codex desenvolvem sistema inovador para gestão de desastres

Defesa Civil do RS em parceria com a Codex desenvolveram o Sistema Estadual de Gestão Integrada de Riscos e Desastres (SEGIRD

O Sistema Estadual de Gestão Integrada de Riscos e Desastres (SEGIRD)  é uma iniciativa inovadora da Defesa Civil do Estado do Rio Grande do Sul, que vem realizando a transição dos processos manuais para formatos eletrônicos de forma abrangente e multidisciplinar, promovendo o engajamento dos atores internos e toda população, aperfeiçoando, assim, a prestação de seus serviços para a sociedade.

Desde a implementação do SEGIRD, a Defesa Civil do Estado está sendo capaz de formular uma robusta base de dados com informações quali-quantitativas que irão nortear suas políticas públicas, trazendo maior assertividade e agilidade durante a ocorrência de desastres, uma vez que o sistema possui desenvolvimento na Plataforma ArcGIS.

A Codex fez parte do consórcio executor deste sistema, que é composto por 15 módulos, cada um deles planejado para atender demandas operacionais de Defesa Civil.

Veja agora os detalhes do projeto. 

SEGIRD TRAZ INOVAÇÃO E MELHORA O TEMPO DE RESPOSTA AOS DESASTRES  

A aplicação de geotecnologia aos procedimentos operacionais da Defesa Civil se torna cada vez mais relevante, pois permite uma significativa melhora no tempo de resposta para a população atingida.

Em participação no evento ESRI Sul de 2021, o Chefe da Divisão de Convênios da Defesa Civil, Coronel Leandro Estabel Jung destaca que “a Defesa Civil está presente nos 497 municípios do Estado, então, tínhamos bastante necessidade de uma ferramenta que nos auxiliasse.

Temos nove coordenadorias regionais que oferecem suporte para as municipais. E, nesse sentido, o sistema traz uma maior possibilidade de atuação das pessoas, ele faz a coordenação entre o município e o Estado de uma maneira muito mais ágil e rápida”.

Atualmente as ocorrências são registradas por meio de aplicativo móvel, de uso interno da Defesa Civil. Faz parte da evolução do sistema a disponibilização de acesso aos cidadãos às informações de seu município, possibilitando de maneira mais ágil e rápida que a população esteja atenta e informada de prognósticos com relação aos possíveis acontecimentos.

Otimização de processos

Ao considerar que a atuação da Defesa Civil compreende ações de prevenção, mitigação, preparação, resposta e recuperação, nos três níveis de governo e ampla participação da comunidade, um dos propósitos do projeto SEGIRD foi otimizar os processos existentes e, consequentemente, reduzir a burocracia, aprimorando, cada vez mais, a prestação do serviço público de forma mais célere e transparente. 

“Um exemplo prático são os relatórios de vistoria, nos quais nossos coordenadores precisavam ir ao município para fazer o parecer técnico, indicando para nós (Defesa Civil Estadual), o que foi constatado, onde e como está a população no enfrentamento ao evento adverso.

Antes da chegada do SEGIRD, esse relatório tinha que ser preenchido no computador, ser impresso, assinado fisicamente, escaneado e por fim encaminhado ao responsável. Hoje ele pode ser realizado pelo celular do coordenador Regional, que registra e assina todas as informações devidas em poucos cliques”. –  Cel. Leandro Estabel Jung.

Benefícios do SEGIRD

Entre os principais benefícios do sistema, foi possível, por meio da sistematização dos fluxos de negócio, o aumento da confiabilidade das informações geradas, bem como a minimização de possíveis erros decorrentes de processos manuais.

Além das aplicações já comentadas, o SEGIRD também integra módulos de Planos de Contingência Estadual e Municipais, Prestação de Contas, Plano de Trabalho, Plano Detalhado de Resposta, Gestão de Estoque de aquisições e doações, Sistema de Comando de Incidentes, Comunicação Social, Alertas, e Painéis de Controle atualizados de forma integrada e simultânea via Plataforma ArcGIS.

A Codex atuou desde o mapeamento e registro de ocorrências de desastres naturais, até a visualização destes dados via dashboards.

Destacamos o desenvolvimento do módulo Plano de Contingência Municipal, que é elaborado através da plataforma e, a partir de uma determinada hipótese de desastre, permite organizar as ações de preparação e resposta.

Na evolução do sistema atual, em andamento, tem-se vislumbrado evolução da integração das ferramentas ESRI ao módulo, “ampliar o georreferenciamento nos trará mais eficiência na estratégia, planejamento, identificação de regiões do município que possam sofrer algum tipo de evento ou desastre, em especial para cenários de alagamentos e inundações, situações que costumam ocasionar prejuízos para a população”, ressalta o Cel. Estabel.

Acesse o sistema e conheça suas aplicações! 

Categorias

SOLUÇÕES INTELIGENTES PARA RESULTADOS TRANSFORMADORES

Transformação digital para negócios que visam alta performance.

Recent Posts

Você conhece a Codex?

Inscreva-se em nossa newsletter

E receba conteúdos exclusivos diretamente
na sua caixa de entrada.