ESG: Por que incorporar a diversidade?

ESG e diversidade, quando combinados, oferecem uma abordagem mais completa para ambos.

A sigla ESG abrange diversidade e inclusão – ou é uma questão separada? É uma pergunta que muitos líderes empresariais fazem à medida que constroem suas estratégias ESG. Por várias razões, os esforços para abordar questões ambientais, sociais e de governança (ESG)  historicamente se concentraram mais no “E”.

Manter a diversidade e a inclusão (D&I) no centro do seu planejamento demonstra que essa iniciativa pode beneficiar a maioria dos aspectos do negócio.

As empresas mais bem-sucedidas financeiramente são aquelas com os programas de diversidade, equidade e inclusão mais abrangentes. 

A D&I impulsiona a inovação, a empatia e capacita os colaboradores. Uma estratégia de D&I comprometida aumentará seu valor, apelo e credibilidade com as partes interessadas em investir no seu negócio.

Veja como desenvolver a diversidade e inclusão na sua empresa é importante.  

O QUE É DIVERSIDADE E QUAL O SEU PAPEL EM ESG? 

Alguns acreditam que, quando se trata de ESG, a diversidade e a inclusão são um complemento: a Fortune, por exemplo, defende a inclusão da diversidade (“D”) a sigla ESG, uma filosofia que prioriza também a justiça para promover uma sociedade mais inclusiva. 

Outros acreditam que se enquadra no “S” de ESG, o aspecto de justiça social. 

Priorizar considerações ambientais, sociais e de governança no investimento não é suficiente.

Se realmente queremos mudar os sistemas que impulsionam as desigualdades sistêmicas no mundo e em nosso país, é preciso adicionar proativamente considerações de raça e diversidade em todas as áreas da vida, inclusive na forma como investimos. 

A necessidade desse tipo de ação é clara. E, de fato, é tentador pensar que diversidade e inclusão só se relacionam com o “S”. Na verdade, a Fortune acredita que o “D” precisa ser incorporado a todos os aspectos de uma estratégia ESG, argumentando que: 

“integrado especificamente como uma lente para olhar para o “E” (pense na crise hídrica brasileira), ou o “S” (focando nos impactos sociais dos negócios nas comunidades negras) e o “G” (promovendo pessoas LGBTQI+ para conselhos corporativos).” 

Talvez, então, a D&I não sejam rotuladas dentro do “S”, mas passem pelo DNA de toda a sua abordagem ESG para garantir que sua empresa esteja construindo estratégias ambientais, sociais e de governança com foco em diversidade e inclusão. 

BENEFÍCIOS DA DIVERSIDADE E INCLUSÃO NA ESTRATÉGIA ESG 

Houve uma atenção maior ao D&I em 2020, mas a implementação não pode ser um exercício separado ou uma moda passageira.

Existe uma interligação de ESG, diversidade e inclusão e isso deve estar em sua estratégia, e ser monitorado e atualizado rotineiramente.  

No final da década de 1990, a fabricante italiana de roupas Benetton reconheceu o uso de fornecedores que empregavam trabalho infantil em Bangladesh.

A Apple admitiu que as fábricas que construíram seus dispositivos também usavam trabalho infantil. 

Da mesma forma, a controvérsia da diferença salarial entre homens e mulheres da BBC em 2017 e 2018 destacou os riscos comerciais da discriminação baseada em gênero.

Desde 2017, os  Padrões de conduta corporativos LGBTQIA+ das Nações Unidas  colocaram diretamente a inclusão LGBTQIA+ dentro da estrutura de Direitos Humanos. 

Ele delineou as responsabilidades das empresas e cobriu a forma como lidam com seus funcionários e sua cadeia de suprimentos.

Simultaneamente, as empresas passaram a considerar a inclusão LGBTQIA+ como um risco empresarial e de reputação próprio. 

Para organizações interessadas em promover uma maior inclusão da diversidade LGBTQ+ na conversa ESG, chegou a hora de investir em ferramentas e guias que facilitem para empresas e agências de classificação trazerem para as estruturas existentes uma lente LGBTQIA+. 

Confira os benefícios ao incorporar o D&I a sua empresa: 

MELHORES DECISÕES DE NEGÓCIOS

A diversidade em seu sentido mais amplo – englobando gênero, raça, idade e outros fatores – pode ajudar as empresas a melhorar sua tomada de decisão e, consequentemente, aprimorar o desempenho dos negócios. 

MAIOR DESEMPENHO FINANCEIRO 

Uma análise da performance corporativa durante a pandemia de Covid-19 descobriu que a diversidade de idade e gênero entre os diretores resultou em melhor desempenho financeiro.

Em geral, os relatórios mostram que organizações mais diversificadas têm melhor desempenho, o ESG é bom para os negócios. 

BOM RETORNO PARA OS INVESTIDORES  

O melhor desempenho financeiro como resultado da diversidade ESG não é bom apenas para as corporações.

Aqueles que investem neles obtêm melhores retornos, um risco reduzido de que seu capital falhe e ainda, leva a conhecimento de que seus investimentos estão do lado certo do debate ético sobre ESG. 

ESTRATÉGIA ESG MAIS ROBUSTA 

ESG eficaz exige uma abordagem integrada ao risco.

Se houver deficiências na D&I, as organizações sofrerão riscos claros, dessa forma, inclua no seu procedimento. 

O desempenho de diversidade da sua organização deve ser transparente, com relatórios obrigatórios e crescente conscientização sobre os benefícios de diversos conselhos e negócios.  

Uma estratégia ESG integral é mais abrangente, e traz ao seu conselho e às partes interessadas a garantia de que você está levando as questões a sério. 

Portanto, incorporar a diversidade ao ESG aumenta o impulso para as organizações, incentivando iniciativas como orientação reversa e priorizando a igualdade LGBTQIA+.

Isso não é bom apenas para gestão de talentos e lucros; é a maneira certa de agir para negócios éticos e orientados por propósitos. 

D&I E LGBTQIA+ PARTE ESSENCIAL DA SUSTENTABILIDADE SOCIAL

Quando se trata de diversidade e inclusão LGBTQIA+, há evidências de que as empresas que adotam políticas e práticas positivas melhoram seu desempenho corporativo. 

A pesquisa do Credit Suisse demonstrou que organizações com gestão LGBTQIA+, ou companhias cujos funcionários são membros de redes de negócios LGBTQIA+ locais, superaram as ações globais em 3% em 6 anos.

Uma lente LGBTQIA+ também expande a compreensão dos fatores de diversidade “invisíveis”, que abrangem muitas outras formas de identidade, como religião, neurodiversidade, deficiências ocultas e saúde mental.

Há também evidências baseadas em pesquisas que indicam que o D&I LGBTQIA+ eficaz melhora o desempenho por meio de fatores como propensão a inovar e criar, recrutamento e retenção de funcionários e ganhos de produtividade, para citar alguns.

INTEGRE ESG E DIVERSIDADE E TURBINE SEUS RESULTADOS 

Fica claro, então, que ESG e diversidade e inclusão, quando combinados, oferecem uma abordagem mais completa para ambos.

Aplicar essa lente a todos os aspectos de sua estratégia ESG traz uma nova dimensão aos problemas que podem estar em jogo. 

Atacar os desafios com as mesmas métricas, estrutura e rigor que você dedica a outras áreas de ESG eleva as práticas de diversidade e inclusão. 

Como resultado, as empresas podem alcançar melhores efeitos positivos, investimentos mais fáceis, capital mais barato e mais abundante e mais, ajuda a atrair e reter funcionários. 

Leia mais: Por que integrar o ESG na sua empresa é um bom negócio? 

Categorias

SOLUÇÕES INTELIGENTES PARA RESULTADOS TRANSFORMADORES

Transformação digital para negócios que visam alta performance.

Recent Posts

Você conhece a Codex?

Inscreva-se em nossa newsletter

E receba conteúdos exclusivos diretamente
na sua caixa de entrada.